REFACE

/
REFACE

A história da Associação se inicia em 2011, quando o cirurgião buco-maxilo-facial Fernando Almas passou a atender pacientes politraumatizados no Hospital São Lucas, em Goiânia (GO). Logo o cirurgião percebeu que o atendimento a pacientes não era integral – por falta de recursos financeiros, somente era realizado o tratamento curativo da deformidade.

Com o apoio do médico anestesiologista João Paulo Tibery, do cirurgião dentista Paulo Kenedy e da enfermeira Cristina Praxédes, que chegaram ao hospital no mesmo ano, foi criada a Reface. A associação, que é a única do estado de Goiás a atender pacientes com deformidades faciais, foi instituída juridicamente em 2012, mas no ano anterior já contava com média mensal de 35 procedimentos cirúrgicos e 60 atendimentos ambulatoriais.

Atendemos crianças, jovens e adultos com deformidades faciais congênitas ou adquiridas. São pessoas que dependem de procedimentos cirúrgicos muitas vezes simples, mas esbarram em dificuldades financeiras. Com uma equipe multidisciplinar, a associação auxilia os pacientes do primeiro atendimento ao período pós-cirúrgico, com o apoio de cirurgiões dentistas, médicos, fonoaudiólogos, psicólogos e enfermeiros. Somar forças para multiplicar sorrisos, esse é o nosso lema.

Missão
Promover o tratamento interdisciplinar das deformidades dento-crânio-faciais congênitas e/ou adquiridas, possibilitando tanto a reabilitação estética e funcional quanto a inclusão social dos pacientes.

banner2

banner1